Call for submissions

The Fashion and Textile reconstruction.
The ambivalence of the Emergency and Sustainability.

by Maria Antonietta Sbordone and Gianni Montagna (guest editors)

Os editores propõem o envio de contributos no âmbito do Design de Moda e Têxtil para a participação no Nº 20 de PAD – Pages on Arts and Design – online journal.

Preambulo
Atualmente a resposta não atempada é uma característica do atuar humano, que interfere e se sobrepõe ao ritmo dos ciclos dos ecossistemas, apresentando efeitos que se propagam e se apresentam de diferentes formas, entre elas, o surgimento do fenómeno da emergência, como consequência da ausência de uma ação sustentável, que assim expõe, a sérios riscos, toda a sociedade e a base biológica sobre a qual as formas de civilização são perpetuadas.

A ausência de respostas atempadas confronta-nos com questões fundamentais, entre as quais a real vontade/capacidade humana de previsão, atuação e solução do impacto da própria ação nos ecossistemas. A ação sustentável, antes de tudo, deve prever os efeitos, projetar as soluções para mitigar danos, pensar na segurança da sociedade como um todo, intervir para abrigar e socorrer as ocorrências de fenómenos inesperados e indesejados.

Espera-se uma comparação e uma discussão acerca da ausência de uma ação humana sustentável, responsável pelo surgimento da forma hostil do fenômeno da emergência, comprovando a ausência de proteção tecnológica suficiente para a proteção dos valores e do bem-estar humano. A emergência está agora em discutir e comparar as diferentes áreas disciplinares em geral, da Moda e do Têxteis em particular, a fim de inspirar e promover o surgimento de um novo diálogo mais ou menos próximo e coordenado, mas eficaz, de forma a reconstruir os laços entre a sociedade e os ecossistemas.

Chamada
A Chamada para artigos é centrada na área da Moda e dos Têxteis, encontrando-se estes entre os setores mais poluentes e onde a reconstrução da cadeia de valor real é mais urgente, estabelecendo harmonias entre as necessidades dos consumidores e a proteção dos ecossistemas. A reflexão deverá ser orientada para a emergência criada pelos setores têxtil/vestuário e para a urgência de uma resposta sustentável e eficaz, não apenas no que diz respeito aos processos produtivos, mas também que tenha um efeito acima de tudo na revisão dos modelos interpretativos sociais e culturais. As ferramentas de comunicação e persuasão por excelência, Moda e Têxtil, são chamadas a se reinventar no papel de (in)formar, (re)inovar, (re)construir e pacificar a relação entre as necessidades humanas e o equilíbrio dos ecossistemas, de modo a tornar possível a sua coexistência.

A ação humana e os efeitos em todo o ecossistema, que o cerca e apoia, devem ser novamente debatidos, levantando questões e propondo medidas que minimizem a emergência atual e outras e previnam as futuras.

Espera-se a confrontação aberta, transparente e produtiva entre o conhecimento das diversas áreas científicas para a formulação de novas teorias e práticas que permitam o estabelecimento de equilíbrios renovados, graças a visões e soluções que implementem formas de sustentabilidade, segundo a lógica da circularidade.

A chamada, portanto, propõe uma discussão na forma de uma comparação dialética entre duas ou mais áreas de pesquisa, de acordo com os pressupostos de que diferentes sistemas, lógicas, métodos, ferramentas, etc. possam estabelecer um diálogo com o objetivo de criar sinergias complexas.

O objetivo é determinar uma ação de design consciente, capaz de dar fortes respostas às questões decorrentes de inconsistências humanas, em termos de soluções sustentáveis aos impactos que causam emergências ambientais e sociais, reconstruindo sinergias entre estes dois setores específicos (Moda/Têxtil), mas que sejam complementares.

Os aspetos sociais, a compatibilidade ambiental e o desafio económico são as principais referências a partir das quais é articulada a comparação diacrónica e sincrónica para os setores de Moda e Têxtil, de acordo com as seguintes categorias:

  • teorias e práticas de design: novas ideias e conhecimentos são investigados de acordo com uma lógica complementar, a fim de apresentar novas propostas e visões sobre sociedade, produtos e formas de consumo;
  • recursos e habilidades tangíveis e intangíveis: são propostas novas possibilidades produtivas e práticas inclusivas, onde aspetos prioritários da sustentabilidade dão origem a formas inovadoras de pensar e agir;
  • estratégias de sustentabilidade e circularidade: uma nova cadeia de valor materializa- se, levando em consideração os valores intrínsecos do produto de moda e têxtil por meio de estratégias que apoiam, adaptam e reutilizam.

Os temas serão orientados pelos seguintes assuntos / tópicos formulados de acordo com as ambivalências propostas, não limitando nenhuma contribuição que revele outras associações:

  • mercado / consumidor
  • produção / fabricação
  • economia / recursos
  • territórios / excelência
  • projeto / empresa
  • conceito / realidade
  • criação / produção
  • projeto / sustentabilidade
  • processos / reconstrução

Para participar pedimos que envie:

  • Proposta de abstract (entre 2000/3000 caracteres incluindo espaços) num dos idiomas originais da chamada, até 11 de Setembro de 2020.
  • Os trabalhos completos, somente em inglês, deverão ser enviados até 13 de Novembro de 2020 para serem submetidos à revisão double-blind peer review. A extensão das contribuições deverá ser de 20000/25000 caracteres incluindo espaços (excluindo resumo, notas e referências bibliográficas). A filiação dos autores e bios curtos (máximo 1000 caracteres, espaços incluídos) têm de ser anexados num ficheiro de palavras separado.
  • Ilustrações/imagens/gráficos (máximo de 10 por artigo) devem ser gravadas numa pasta .zip para serem renomeadas, segundo a ordem que se segue: (numeração progressiva correspondente às imagens e nome e apelido do autor (por exemplo, 01_Nome e Apelido, 02_Nome e Apelido, etc.). As legendas das figuras devem ser listadas num documento escrito na mesma fonte do texto principal e em MS Word. (Exemplo: Figura 1: Nome e sobrenome do autor, título do trabalho, data). Resolução mínima de 300 dpi e formato de imagens de arquivo JPG são condições obrigatórias.

Submissão de resumo por e-mail para editors@padjournal.net, cc para marinella.ferrara@polimi.it; chiara.lecce@polimi.it

Diretor de Páginas em Artes e Design
Marinella Ferrara


Authors’ guidelines

PAD-guidelines-for-authors-ITA

PAD-guidelines-for-authors-EN

Pages on arts and design